Pastor morre por complicações de tentativa de suicídio - Portal de Noticias

NOTÍCIAS

Pastor morre por complicações de tentativa de suicídio

28/08/2018 - 22:37
Pastor Andrew Stoecklein deixou três filhos pequenos e sua esposa

Foto: Reprodução/Instagram

Um pastor sucumbiu às angústias da depressão e ansiedade crônica contra as quais lutava e faleceu após não resistir as complicações de uma tentativa suicídio. Aos 30 anos, ele faleceu no último sábado, 25 de agosto, um dia após ter tentado contra a própria vida e ser socorrido a um hospital, onde ficou internado.

Os membros da Igreja de Inland Hills (IHC), na cidade de Chino, Califórnia (EUA), estão enfrentando luto pela morte de Andrew Stoecklein, que deixou esposa e três filhos.

“A Igreja de Inland Hills lamenta os corações pesados ​​quando nosso pastor Andrew Stoecklein foi recebido no céu na noite de sábado depois de combater a depressão e a ansiedade. Não é o resultado que esperávamos e oramos, e hoje sofremos como uma família de igreja”, disse um comunicado feito pela megaigreja em sua página no Facebook, no último domingo, 26 de agosto.

“Em seu tempo liderando Inland Hills, Andrew alcançou tantos com sua sagacidade calorosa, coração apaixonado por Deus, e ensinando isso sempre, sempre direcionando outros para Jesus. O marido amoroso, pai, filho e amigo que ele era continuará a nos inspirar e conduzir outros a um relacionamento crescente com Jesus Cristo”, continuou o anúncio.

A notícia da morte de Stoecklein veio logo depois que a igreja revelou que ele havia tentado tirar a própria vida na manhã de sexta-feira e foi colocado em suporte de vida.

“Família e amigos da IHC, por favor orem pelo nosso pastor principal, Andrew Stoecklein. Ele tentou tirar a própria vida na manhã de sexta-feira, e agora está no hospital com suporte de vida. Nós amamos e servimos um Deus de milagres, e pedimos a vocês que divulgue e responda em oração e fé. #godsgotthis”, havia informado a igreja, usando uma hashtag que foi iniciada quando falecido pai do pastor, Dave Stoecklein, lutava contra a leucemia.

David Stoecklein, que fundou a Inland Hills, morreu em 9 de outubro de 2015 aos 55 anos. Agora, seu filho – que o sucedeu no ministério – morreu ainda mais jovem, deixando a esposa, Kayla, e os três filhos do casal.

Segundo o portal The Christian Post, não foi possível colher maiores detalhes sobre a morte do pastor ou sobre o tempo que Andrew Stoecklein lutou contra as doenças. Uma pista colhida nas redes sociais indica que, um ano após a morte de seu pai, o pastor já enfrentava dificuldades. Ele fez um desabafo em um post, dizendo que a vida havia se tornado muito mais difícil sem o homem que ele considerava seu herói.

“A vida sem você é mais difícil do que eu imaginava que seria. Sinto sua falta todos os dias, mais e mais. Sento-me em seu escritório e encontro-me com as pessoas. Folheio sua biblioteca enquanto preparo as mensagens todas as semanas […] para comunicar a graça e a verdade de Jesus. Seu exemplo de como ser um marido, pai, pastor, líder e seguidor de Jesus está literalmente ao meu redor. E por isso sou muito grato”, escreveu Andrew na ocasião.

Quando o segundo aniversário da morte de seu pai ocorreu em outubro de 2017, Stoecklein estava no hospital para fazer duas cirurgias para remover uma massa do peito, de acordo com uma publicação no Instagram. Não está claro se essa massa foi causada por doença súbita ou lesão.

“[Fiz] duas cirurgias esta semana para remover uma massa de tamanho [de uma bola de] softballdo meu peito. Esperando e orando por bons resultados e recuperação. Obrigado pelo amor e encorajamento! E um grande obrigado a minha linda esposa @kaylasteck por me transportar e cuidar de mim”, escreveu ele na época.

Ele também só voltou a pregar cerca de dois domingos depois de tomar o que ele chamou de período sabático de verão. Andrew explicou que foram cerca de quatro meses que ele ficou afastado, enquanto os líderes mais antigos da igreja tomaram a frente para que ele pudesse se cuidar.

Em seu primeiro domingo de volta às funções, em 12 de agosto, ele elogiou sua esposa, dizendo à sua igreja que ele não tinha sido uma “pessoa muito divertida de se conviver”.

Sua esposa explicou que durante os últimos sete anos de seu casamento eles haviam enfrentado muitas situações inesperadas, incluindo a morte do pai de Andrew, bem como seus recentes problemas de saúde. “Ainda temos um longo caminho a percorrer para superar, mas estamos todos”, disse Kayla.

“Vamos continuar lutando para continuar acreditando que Deus tem grandes planos. Grandes planos para nossa família, grandes planos para esta igreja e grandes planos para nosso pastor”, continuou ela, tocando o marido com carinho. “Vocês amam tanto este lugar. Ele não queria parar. Ele teria continuado indo, indo e indo e indo. Isso provavelmente teria custado sua vida. É o quanto ele ama este lugar”, acrescentou.

“Durante esta temporada de descanso, eu perguntei a ele repetidamente: ‘tem certeza?’ Você não tem que ser um pastor. Você poderia ser o que você quiser ser. Você poderia ir morar onde quer que a gente quisesse viver, nós poderíamos ir ao Texas e comprar uma casa grande”, disse ela, relatando que o marido estava decidido a fazer o que havia sido chamado a fazer, e dessa forma ela o apoiou.

Em sua declaração anunciando a morte de seu pastor, a igreja também encorajou aqueles que sofreram emocionalmente a procurar ajuda: “Nesta tragédia, encorajamos qualquer um que esteja sofrendo emocionalmente a pedir ajuda. Se você ou qualquer outra pessoa estiver com dificuldades, a Linha Direta de Prevenção ao Suicídio em 800-273-TALK (8255) é um recurso potencialmente salvador de vidas”, destacou o comunicado da igreja.

“Que possamos ser um farol de esperança para a comunidade, para resgatar os feridos e honrar a Deus que Andrew serviu tão bem. Andrew, nós amamos você. E nós sempre iremos amá-lo. #Godsgotthis #Inlandhills “, concluiu a denominação.

 

Fonte: Gospel +

Copyright © 2018